13 junho 2016

Hecatombe Hipotética - Claudia Gomes

Oi pessoal! Sumi né? Meu computador está com problema e precisou ir pro conserto... mas vamos falar sobre o post de hoje. Há algumas semanas a escritora Claudia Gomes entrou em contato comigo me dizendo sobre o seu novo trabalho, um livro de poesias. Ela me enviou Hecatombe Hipotética de cortesia, quem me segue no instagram deve ter visto a foto dos dois livros que ela me cedeu (nem fiquei super feliz =D). Confesso que nunca fui uma grande fã de poesia, e só lia porque era obrigada na escola, mas ao ver Hecatombe Hipotética com aquela capa toda divertida e chamativa fiquei curiosa sobre o conteúdo do livro. 

O livro é composto por 40 poesias, histórias que retratam o cotidiano das pessoas, é impossível ler e não se identificar com uma delas, a autora faz com que o leitor enxergue coisas tão comuns, tão corriqueiras de uma forma única e divertida também. Aborda um pouco de sexualidade, amor e criticas sobre a violência de maneira inteligente e reflexiva.

"Mariola" foi um dos poemas que mais me identifiquei, me imaginei em um daqueles dias corridos que não se tem tempo de fazer quase nada e lembrei quantas vezes parei em um lugar qualquer e comprei algo bobo que me fez voltar em momentos felizes e especias do passado.

Eu me surpreendi comigo mesma lendo, nunca pensei que conseguiria ler, me identificar e principalmente gostar de poesia de uma maneira fácil e gostosa. Quando percebi já tinha acabado de ler e estava querendo mais!

E vocês gostam de poesia? 

Sobre a Autora

Claudia Gomes é escritora, roteirista, atriz e produtora. De origem capixaba, mora no Rio de Janeiro, onde trabalha com cultura. Desde cedo se destacou devido a sensibilidade artística. Na escola sofria “bullying” por causa da religião cristã dos pais. Em casa sofria para se submeter aos dogmas radicais. Na vida sofria para conter todo o seu potencial criativo, usado para driblar o tédio familiar e o preconceito social. Sua salvação foi o bisavô, que mesmo sem saber ler, contava-lhe muitas histórias. Logo que ela conheceu as palavras, descobriu que os livros seriam os seus eternos portais mágicos. Desde jovem começou a escrever. A paixão pela literatura só não a tornou uma bibliotecária porque tem alergia à poeira. Ainda jovem começou a contar histórias profissionalmente, além de receber sua primeira proposta de publicação, mas o pai não concordou, negando a hipótese de uma escritora na família. Naquela época, então, ela se apaixonou pelo universo da animação. Tentou outras carreiras, como bancária, mas entrou em depressão profunda, parando de estudar e de trabalhar, mas aproveitou para mergulhar no mundo das artes. Sem abandonar suas leituras, mais tarde retomou a escrever, ganhando dois prêmios literários e publicando "Mariazinha em verso & prosa". Há menos de dez anos se mudou para o Rio de Janeiro, então lançando “Sarau da Mariazinha”. Recentemente escreveu para duas séries de tevê. Entre seus futuros projetos, prepara uma parceria biográfica com o escritor Fábio Fabrício Fabretti, biógrafo de Caio Fernando Abreu, Gloria Pires, Gretchen, Neusinha Brizola e Jussara Calmon. Também participa e organiza eventos literários e culturais, como saraus, contações de histórias, cursos, palestras e oficinas.

Para comprar o livro é só enviar um email para: claudiacanteri@gmail.com 

5 comentários:

  1. Pura inspiração por aqui...adorei!!!
    abraços meus.

    ResponderExcluir
  2. Eu amo poesia, adorei a capa desse livro!
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  3. Ameeeei a capa e a proposta do livro! Fiquei com muita vontade de ler sim!
    Mil Beijos!
    https://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Que livro mais lindo!
    Mesmo sem saber do que se tratava, certamente o pegaria na mão em uma livraria, a capa é linda!
    Belíssimas fotos!!

    Beijos, Bá.
    http://cafecomlivrosblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir